Neuróticos S.A.


plástico bolha by Agatha
February 24, 2008, 3:24 am
Filed under: Agatha | Tags: ,

48.jpg

Segundo a bíblia 2.0, o plástico-bolha é “produzido em filme de polietileno de baixa densidade, com bolhas de ar prensadas. Criado acidentalmente por dois engenheiros, Alfred Fielding e Marc Chavannes, em 1957, ele proporciona excelente proteção aos materiais nele embalados.”

Acidentalmente também, ele acabou se tornando um dos melhores antídotos contra o stress. Quer coisa melhor do que passar horas estourando as bolhinhas? Mas já que o plástico é ambientalmente incorreto, que tal manter o hábito online?

Advertisements


estante de livros by Agatha
February 21, 2008, 1:43 am
Filed under: Agatha | Tags: ,

51.jpg

Quando eu crescer, eu vou querer ter uma sala igualzinha (o cachorro, eu dispenso)…

Mais estantes bacanas, aqui, aqui e aqui.



hábitos neuróticos parte I by Agatha
February 17, 2008, 4:29 pm
Filed under: Agatha | Tags: ,

50.jpg

Cinema
para um verdadeiro neurótico é um ritual. Quando após riscar todos os filmes que ele já viu e quer ver no guia da Folha, e finalmente decide o filme e o local em que verá, ele ainda tem que programar os seus horários para isso.

Um verdadeiro neurótico chega pelo menos uma hora antes para comprar ingresso (isso se não for dia da estréia, quando ele chegará duas horas antes) e pelo menos meia para a fila de espera pra entrar na sala.

Porque o neurótico precisa chegar antes na sala de cinema para escolher o melhor lugar, que geralmente não é o melhor no senso comum. Só que quase sempre, um grupo de pessoas que escolhe o cinema ao invés de um bar pra colocar a conversa em dia, senta atrás dele e ele acaba mudando de lugar. No fim, além de implicar com cada cena do filme, ainda se irrita com o menor suspiro da platéia…

O cri crítico que escreve pro Caderno 2 resumiu bem: “Ele não gosta de nada, mas vai ao cinema assim mesmo.”



celular de pulso by Agatha
February 14, 2008, 12:27 pm
Filed under: Agatha | Tags: ,

45.jpg

O Watch-Phone é o novo brinquedinho da LG apresentado no Mobile World Congress de 2008. O protótipo do relógio de pulso que também é celular. Tem blue tooth, reconhecimento de voz, touch screen, além de outras funcionalidades…

Mais fotos no Engadget.



crimes do design parte I by Agatha
February 12, 2008, 1:18 am
Filed under: Agatha | Tags: ,

42b.jpg

Pra todos os analistas de produto, gerentes de categoria, diretores de marketing que se acham grandes designers e que pensam que pra ser diretor de arte só precisa ter feito aula de educação artística no colégio, alguns conselhos:

. Destacar todas as frases só dá dor de cabeça. Hierarquia em design é tudo.

. Espaços em branco. Nunca é demais lembrar da importância dos “respiros” no layout. E não me venha com um: “pagamos caro por essa página, temos que usar todo o espaço“.

. Word Art NÃO é legal. Word Art só foi criado para mostrar o que NÃO deve ser feito.

. Não é preciso usar várias fontes em uma única página. Se você quer brincar de tipografia, vá ao Paintbrush e deixe a página em paz.

. E por falar em fontes, usar Comic Sans não dá uma cara mais descontraída a nada. E usá-la colorida só torna tudo pior

. Não adianta querer justificar todos os textos. Isso só vai criar uma fileira de buracos no meio do layout. Tá compreendido?

Você, amigo designer, que já cansou de reclamar, imprima já seu kit e comece a fazer justiça com as próprias mãos…

Veja mais em: Design Police | Bring bad design to justice



7 dicas de organização by Agatha
February 11, 2008, 1:41 am
Filed under: Agatha | Tags: ,

Algumas dicas bacanas sugeridas pelo Dumble Little Man para quem precisa urgentemente se encontrar no meio da bagunça de papéizinhos, livros, tranqueiras e outras bugigangas…

41.jpg

A primeira delas é: se você é realmente bagunçado, não tente segui-las. Você não vai conseguir. Escolha duas ou três que pareçam mais fáceis e tente reservar uma meia hora pra isso. Ciomece agora:

1. Jogue fora. Reduza antes de começar, elimine e simplifique. Um armário cheio de coisas inúteis, mesmo arrumado com aqueles organizadores super práticos, no fim, ainda é um armário de cheio de coisas inúteis.

Retire tudo, guarde apenas aquilo que você realmente gosta e se livre do resto. Dôe, venda, dê de presente pra alguém. Se você não está pronto para isso, coloque em uma caixa com uma etiqueta “talvez”. Se depois de 6 meses você não tiver aberto ela, elimine-a.

2. Anote na hora. Mantenha sempre um caderninho de bolso pra anotar tudo o que vier à mente e não esquecer. Depois coloque as idéias e tarefas na agenda ou em uma listinha de “coisas a fazer“.

3. Tenha apenas uma caixa de entrada. Ao invés de ter lembretes, anotações, etc em todos os cantos, em casa e no trabalho, mantenha apenas uma caixa de entrada. Então, pelo menos uma vez por semana, tente esvaziá-la. Apague, delete, arquive, coloque numa lista de afazeres. Item por item até zerá-la.

4. Tenha um lugar pra tudo. Reserve um lugar diferente pra cada tipo de informação. Se quiser, utilize uma ferramenta de gerenciamento on-line e mantenha seus cronogramas, lista de afazeres, de filmes, de livros, idéias para projetos… todos organizados por páginas.

5. Coloque no lugar agora. Não deixe pra depois e sempre coloque as coisas em seus devidos lugares. Isso economiza muito do seu tempo tentando procurar coisas depois, além de deixar tudo desorganizado. Force-se a isso e depois fica mais natural.

6. Limpe agora. Assim como a dica anterior, tem a ver com não deixar a sujeira acumular e ter que fazer uma mega faxina depois. Se a bagunça é enorme, temos a tendência a nos intimidar e deixar pro dia seguinte

7. Crie rotinas. Crie rotinas de horários e dias específicos para fazer a arrumação. Organize-se para lidar com cronogramas, tarefas domésticas, trabalhos… Depois de um tempo, vai se tornar um hábito instintivo…

Post completo em: 7 Secrets of the Super Organized



maníacos por cheeseburguer by Agatha
February 10, 2008, 4:06 am
Filed under: Agatha | Tags: ,

40.jpg

Quando uma pessoa é neurótica e tem paixão por cheeseburguer, ela não se contenta apenas em comer o sanduíche todos os dias. Ela tem que fazer um site todo dedicado a ele, pesquisar sobre as origens e todas as fábulas envolvendo o cheeseburguer, criar joguinhos com ele e pensar em todas as  combinações possíveis e imaginadas com o tradicional hamburguer+queijo.

Só ficou faltando a receita do cheeseburguer com hambúrguer de soja